Conversas Regenerativas

A PACTO lança um curso com 8 encontros que promove mudanças
nas conversas entre as pessoas e dentro das organizações por meio da
Comunicação Não-Violenta.

INSCREVA-SE

Transformar a maneira como conversamos
transforma as relações e os ambientes

Cuidar das conversas é algo muito importante para a vida organizacional. Ao mesmo tempo em que o ato de conversar é trivial para cada um de nós, é comum também que certas conversas inspirem desconforto e medo, que nos empurrem ao limite de nossas emoções e que exijam de nós capacidades de manejar tensões e conflitos.


Conversas Regenerativas é um processo formativo voltado a encorajar e capacitar pessoas e equipes a produzirem conversas com qualidade e ambientes mais leves, saudáveis e produtivos

"No conversar construímos
nossa realidade com o outro"

- Humberto Maturana, biólogo chileno

Acreditamos que
FALAR &
ESCUTAR
EXIGEM
PRÁTICA
AULA 1

Conversar é cuidar

Por que não abrimos espaços de qualidade para conversas em nossa cultura?
Qual a relação entre qualidade conversacional e cultura regenerativa?
Por que é tão comum evitarmos as tensões e nos percebermos sem recursos para lidar com conflitos?

AULA 2

Há conversas e conversas

O que é conversar e o que não é conversar?
Qual a minha intenção ao conversar com o outro?
Como a relação entre nossas inquietações se relacionam com nossas emoções?
De que forma podemos diferenciar aquilo que precisamos da forma como preferimos ter o que precisamos?

AULA 3

Emoções conduzem a fala e a escuta

O que é letramento emocional?
Como podemos compreender melhor nossos sentimentos e qual o impacto disso em nossas conversas?
Como podemos conduzir melhor nossos sentimentos ao invés de sermos conduzidos por eles?

AULA 4

Escutar para compreender

Empatia ou simpatia?
Quais são os tipos de escuta?
De que forma podemos nos preparar para uma conversa?
Que estratégias podemos dispor ao longo de uma conversa para sustentar a qualidade do diálogo?
Como criar espaços para sustentar as conversas?
Quais recursos  podem me apoiar numa conversa difícil? 

AULA 5

Liderar com autoridade sem ser autoritário

Como construir relações ganha-ganha?
Como cuidar de nossos limites e necessidades, sem que para isso seja necessário descuidar dos limites e necessidades dos outros? 
Como construir caminhos de cooperação com leitura mais assertiva da realidade?

AULA 6

Conversas difíceis pedem apoio

Por que lidar com os conflitos?
Como  construir uma rede de apoio?
Como ouvir e dizer mensagens difíceis sem perder o centro e o propósito da conversa?
Quando devemos refletir de volta o que estamos ouvindo e por que isso pode fazer toda a diferença em uma conversa sensível?

AULA 7

Pedir com clareza e autenticidade

Como evitar ruídos de comunicação diferenciando pedidos de exigências?
O que existe por trás do “não” recebido como resposta ao pedido formulado?
Como ampliar o repertório de estratégias para atender nossas necessidades compartilhadas?
Como construir caminhos possíveis, por meio de acordos e limites ?

AULA 8

Para recomeçar há de se terminar bem

Por que é importante encerrar ciclos refletindo sobre avanços e desafios?
Como reconhecer a contribuição de cada um de forma efetiva, com clareza e assertividade?
De que forma podemos aprender a partir da experiência e evoluir nossas relações, a qualidade da colaboração e a potência do nosso trabalho?

Conversas Regenerativas melhoram as organizações

CONTEÚDO

Pílulas de aprendizagem

atividades assíncronas entre encontros com vídeos e textos

formato

8 Encontros online

2h de duração
ao vivo pela
plataforma Zoom

APOIO EXTRA

Parceiros de implementação

formação de trios para suporte mútuo na implementação em seu ambiente de trabalho

METODOLOGIA

Oferecemos um percurso prático e profundo

Nossa metodologia parte do reconhecer o repertório de conversas de cada participante.
Em seguida, utilizamos técnicas que ajudam a ampliar as possibilidades de diálogo.
Vivenciar situações próximas da realidade, por meio da simulação de conversas e estudos de casos, promove a reformulação de padrões.
E Refletir sobre a experiencia favorece o incorporar uma nova cultura organizacional.
Por fim, celebrar os avanços mostra a dinâmica cuidadosa e consciente com a qual os ciclos devem ser encerrados.
Da semeadura à colheita, um olhar atento para dar energia aos recomeços
A Comunicação Não-Violenta é a principal referência da formação embora também carregamos  outras escolas como
Mediação de Conflito e Processos Restaurativos.


x

Para quem

Direcionado para lideranças e equipes que querem construir relações e ambientes saudáveis com conversas que conectem.

Direcionado para lideranças e equipes que querem construir relações e ambientes saudáveis com conversas que conectem.

Regenere os ambientes e as relações na sua organização em 8 encontros

TURMA 2
ENCONTRO 1
18/08
ENCONTRO 2
25/08
ENCONTRO 3
08/09
ENCONTRO 4
15/09
ENCONTRO 5
22/09
ENCONTRO 6
29/09
ENCONTRO 7
06/10
ENCONTRO 8
13/10
quintas - 8:00 às 10:00
TURMA 3
ENCONTRO 1
16/08
ENCONTRO 2
23/08
ENCONTRO 3
30/08
ENCONTRO 4
06/09
ENCONTRO 5
13/09
ENCONTRO 6
20/09
ENCONTRO 7
27/09
ENCONTRO 8
04/10
terças - 19:00 às 21:00
TURMA 1
ENCONTRO 1
10/05
ENCONTRO 2
17/05
ENCONTRO 3
24/05
ENCONTRO 4
31/05
ENCONTRO 5
07/06
ENCONTRO 6
14/06
ENCONTRO 7
21/06
ENCONTRO 8
28/06
ESGOTADO

Caso não tenha disponibilidade nessas datas ou esteja com dúvidas entre em contato

INSCREVA-SE
valor por participante
R$1800 Pessoa Física
R$2200 Pessoa Jurídica
vagas limitadas

A linguagem dá sentido ao que somos

O que valorizamos nos define


Causar imPACTO construtivo nos vínculos, da porta para fora e da porta para dentro de uma organização, parte de uma rede de sustentação interna profunda. Radicular. De valores essenciais que nos identificam, guiam, sustentam e dão sentido as Conversas Regenerativas  no mundo.

Autenticidade
Nosso novo olhar sistêmico do mundo pede a construção coletiva de narrativas honestas, comprometidas, íntegras. De diálogos corajosos, ancorados em necessidades e sentimentos genuínos, que levem em conta a consciência humana.

Gentileza
Numa vida interconectada, afetamos e somos afetados continuamente, em espiral. Ser gentil com o outro e com nós mesmos torna os ambientes calorosos e os vínculos, respeitosos, aumentando nosso potencial de manifestação colaborativa.

Cuidado
Conversar é um ato de cuidado. Fala e escuta genuínas são capazes de diminuir riscos e danos nas organizações. De nos fazer enxergar os ciclos. O meio. O outro. Quem somos. De promover segurança mútua. Coexistência. Eis o grande paradigma dos dias atuais!

Não-Violência
Que nossa atuação no mundo colabore com a formação de lideranças regenerativas, que não usem a palavra como forma de poder, controle, obediência. Mas para estabelecer relações horizontais e expandir uma cultura de respeito à vida além dos muros das organizações.